sábado, 19 de fevereiro de 2011

Trânsito e fraldas

Que eu tirei minha carteira de motorista há algum tempo você já sabe, mas que eu tenho me aventurado no trânsito já é outra história...

Hoje era meu dia de visita no hospital. Gaiatei-me (oi?) e pedi:
- Amoor deixa eu ficar com o carro a tarde?

E, para a surpresa de muitos ele respondeu:

- Claro amor, só nao bate.

Achei Ó-TI-MO, afinal essa era a minha intenção!


Para essa jornada convoquei um time pra me ajudar: Safira (jovem estudante de medicina, minha amiga há 5 anos, pedreira pra toda obra!) e Rafaella (produtora, prima/irmã mais velha representante da família).

A parada começou logo no inicio da tarde, assim que deu aquele chuvisco desesperador, afinal eu não sei dirigir nem no seco cumpadi! Mas logo a chuva diminuiu e nós saimos.


(Eu)

Que eu quase bati em um carro que, se eu tirasse um cm da tinta da lataria, teria que pagar por toda a minha vida ninguém precisa comentar/ficar sabendo... Até porque hoje, finalmente, eu entendi que

O TRÂNSITO É UMA SELVA

Onde o mais forte/caro vence todas as paradas, motoqueiros surgem do asfalto e os carros tendem a puxar para um lado, que por a caso é onde as calçadas ficam de bobeira.

(muito perto?)

Meu amigo... os carros voavam nas minhas costas, motoqueiros cruzavam a minha frente e eu me cagava todas as vezes, exatamente TODAS as vezes em que um caminhão/ônibus se aproximava... Fraldas Geriatricas JÁ!


(To aceitando de presente)

Mas entre mortos e feridos todos se salvaram: Eu, Safira, Rafaela, Mototaxistas e a lataria do carro! Apenas caras de espanto e terror.


(Tá todo mundo curtindo o passeio?)

Além disso tudo eu ganhei um brinde: Uma tábua de passar aclopada! Na verdade eu já a carregava há anos, só não percebia que elas, minhas costas, tinham essa outra finalidade. Já que durante toda essa tarde tranquiiiiila ela ficou tão tensa, mas tão tensa que só conseguir virar o pescoço direito depois de tomar 1 Dorflex e passar por três massagistas profissionais: Caio, Rafabel e minha mãe.

Uma coisa é certa, pra eu enfrentar essa selva de novo eu vou ter que está equipada com Fraldas Geriatricas potentes, um protetor para pescoço e em um feriado nacional em que todos tem que ficar em casa (tipo na Copa de 2018!), ai sim vou ficar DE BORED!

Canta pa nois mano?


TÁ DE BOREEEEEEEED OOOOOOO
TÁ DE BOREED Ô, Ô, Ô, Ô!
TÁ DE BOREEEEEEEED OOOOOOO
TÁ DE BOREED Ô, Ô, Ô, Ô!

(eu de boa no trânsito)



E a Safira ainda tem a coragem de dizer pro Caio:

- Relaxa.. ela tá dirigindo BEM PRA CARAMBA!

E ele dizer:

- Eu seei! Eu seei!


(Caio/Safira)


Obs: Sei que tenho a melhor amiga e o melhor namorado do mundo.

3 comentários:

Safira disse...

UHSAUISHAUSHAISHIAUHSUIAHSUIAHSIUAHSIUAHSUIAHSUAIHSUIHASUIHAUISHAUISHAUIHSAIUHSIAUHSUAHSUHAISUHAIUSHAIUHSUIAHSIUAHSIUAHSIUAHSUASIUAHSIUASHSA

sorry, acho que vou desfigurar teus comentários, mas isso foi mto engraçado xd


ainda bem que eu não morri (Y)

Mariana Lima disse...

Dificil era achar engraçado NA HORA né Sah?

hahah

eu NUNCA ia te matar... Não de proposito!

Porteiro disse...

hahaha

história engraçada.
Manaus tem um trânsito totalmente mal educado e sem paciência!
=s