domingo, 25 de abril de 2010

Dinossauros

Tenho um sobrinho de 3 anos que assim como a maioria das crianças, tem uma imaginação que vai até o espaço dá 5 voltas e volta a Terra. E é por causa do Rafael.. ou melhor Seu Rafabel, que o dia é mais criativo.
Por ser um muleque muito do seu atrevido e esperto, Seu Rafabel conquistou muitos amigos, e quando as pessoas passam por aí SEMPRE eu digo SEMPRE compram algo pra ele.. Ele é a pessoa mais sortuda e amada dessa casa, juro! doce

Minha tia foi a São Paulo e trouxe algumas coisas pra gente: Um relógio pra mim (é comum as pessoas perguntarem: Q? TU TÁ USANDO A PULSEIRA DO SEXO MARIANA? e eu ter que dizer: Não, é o relogio que minha tia trouxe.. olha as horas.), uma blusa pra minha mae, várias CUECAS pro meu irmão (ele é o mais feliz, concerteza) e 34349837429798435987324 roupas e mais um ovo de dinossauro pro Rafa.

Abre parenteses.

Não sei porque diabos minha tia se envocou que o Rafa gosta de dinossauros. Ela simplesmente acha que ele é louco por eles! No natal ela deu um gigante que imita o grunido bizarro de um Tiranossauro Rex e outros mil dinossauros. Agora, depois de ter dado todas as especies em tamanho quase real, ela comprou um dentro do ovo.. Começo a achar que ela é que tem essa fissura.

Fecha parenteses.

Na verdade, quem se empolgou mais foi eu. Na caixa dizia: Deixe o ovo dentro de um recipiente com água por 48h que nasce um dinossauro. Corri, enchi de água.. e pra disfarçar os olhares de avós, pais, mães e Rafabeis, entreguei para o seu dono de fato por o ovo na água.
Para a minha decepção dele nada aconteceu, claro.

12 horas depois.. sai uma cabeça totalmente desproporcional ao ovo de dentro daquele negócio. Estranho. Meu sobrinho achou a coisa mais legal do mundo, e depois de muita mentira minha e da minha mãe ele realmente passou a acreditar que o dinossauro ia ficar maior que a casa, que ele teria que dormir junto com o Rafa e todo o cocô seria responsabilidade do pai e que teriamos que doá-lo caso ele nao se comportasse (do mesmo modo como fizemos com a Petit Noir, minha ex-viralata). Ele se tornou pai aos 3 anos e estava muito empolgado com isso.


Passaram-se as benditas 48h hoje. Ele chegou da escolinha correndo, preocupado caso algum ladrão quisesse levar aquele raro ovo de dinossauro, e quando olhou lá estava ele.. o seu filho (agora além da cabeça, patas, e rabo)!

Rafael achou o máximo que aquele troço amarelo ficava maior na água. E eu achei um máximo que aquele mesmo troço amarelo saiu daquele ovo sem a minha ajuda. Consegui convence-lo a tomar banho dizendo que o dinossauro ia crescer mais ainda debaixo do chuveiro, confesso que essa foi tarefa fácil.

Mas eis que durante o banho perguntei:
- E ai, como é o nome do teu filho?
Momento de silêncio.
- Rai.
- Rai?
- É, Raimundo Dinossauro. Acho um nome bonito para dinossauros.
- ...

Eu olhei pro bixo e percebi que de fato, ele nasceu para ser o RAIMUNDO DINOSSAURO! e não Dino, o Sauro, como eu queria. Pensei em perguntar das pessoas o que elas preferiam, mas depois que o Rafa disse que o nome do bixo era Raimundo Dinossauro pra minha mãe/pai e eles falaram OOOOOOOHHHHHH Perfeito! Resolvi deixar pra lá...

Acho que vo roubar o da minha irmã... talvez ela deixe eu dar o nome que eu quiser pra ele.

(Raimundo dinossauro - o melhor)

Um comentário:

Eternus Apprentice disse...

E dá-lhe Rai.

Altas gargalhadas com as histórias do teu sobrinho, Mary.

Beijão pro Rafabel.

=*