domingo, 29 de julho de 2012

Podem me chamar de novinha - blog da Lili

Podem me chamar de novinha, mas eu resolvi criar meu blog depois de virar fã dos textos-a-lá Liliane Prata e suas crônicas na última e sagrada folha da Capricho. Aquela folha que poucos liam, porque tinham muito texto e gravuras estranhas.

Eu tinha 11 anos e adorava o jeito que ela escrevia, porque era o jeito que eu pensava.
Comecei a escrever aos 3 anos, num diário, quando os meus pais se separaram.
Escrever o que eu pensava era uma arma poderosa, mesmo pra alguém que ainda nem sabia escrever.

Em uma edição da Capricho li sobre o que era blog. Depois de inúmeros "diários virtuais" (alguém além de mim teve um desses?), resolvi criar um, no Blig, com um endereço tão vergonhoso que minha memória fez o favor de apagar.
Blig, Blogger, Weblogger, Livejournal, Blogger.

De 11 pra 22.
Hoje resolvi procurar o blog da Liliane, o qual era fã mesmo depois que eu parei de comprar Capricho.
Descobri que ela realmente se separou, casou de novo, teve uma filha!! Largou as páginas da revista, começou a escrever romances adultos, ficou séria..


Eu gostava da Liliane porque ela era que nem eu. Escrevia o que pensava. Escrevia do vô, da vó, do coador de café, do namoro, do jornalismo. Escrevia do jeito que desse na telha.
Liliane-mãe, aparentemente, tem novas preocupações agora.

Querendo ou não, mais cedo ou mais tarde, todos nós deixamos de ser novinhos.

2 comentários:

marisoares. disse...

ainda bem que as pessoas, assim como eu, terão oportunidade de ler sobre o que você quiser escrever Marii :))

adoreei :*

Mariana Lima disse...

Oun, Mari! rs
Obrigada, você é um amor :)